US$ 3,7 bilhões para os fundos de “private equity”

Em meio às incertezas no campo político e econômico, os fundos se movimentam em busca de novas captações. Difícil é convencer investidores estrangeiros a apostar no Brasil. Aliado a isso temos ainda a ausência dos fundos de pensão nacional, que no passado despejavam muito dinheiro na compra de participação em empresas. Mesmo assim a expectativa das gestoras de investimento é que a captação fique entre US$ 3,5 e US$ 3,7 bilhões neste ano o maior volume desde 2014 quando a captação atingiu US$ 4,4 bilhões. Entre as principais empresas do setor estão Pátria Investimentos, que se destaca com o maior volume a ser captado (US$ 2,3 bilhões), Bozano, Stratus, Vinci e Kinea.

Editorial Nello Investimentos

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
NENHUM COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO