Startups tech captam recorde de US$ 41 bilhões na Europa em 2020

Startups tech captam recorde de US$ 41 bilhões na Europa em 2020

Empresas europeias de tecnologia desafiaram a pandemia neste ano e atraíram níveis recordes de investimento, embora fundadores em estágio inicial ainda tenham dificuldade para conseguir financiamento.

O setor de tecnologia da Europa deve fechar o ano com cerca de US$ 41 bilhões em investimento de capital de risco, um aumento de cerca de US$ 500 milhões em relação a 2019, de acordo com o relatório anual State of European Tech da firma de capital de risco Atomico, publicado na terça-feira. O ligeiro aumento foi impulsionado por um maior número de rodadas de financiamento de US$ 100 milhões a US$ 250 milhões, segundo o relatório.

O investimento total caiu por volta de março, à medida que grandes áreas da Europa paralisaram as atividades por causa da pandemia, mas começou a se recuperar no final do verão do hemisfério norte e continuou no outono. Setembro foi o mês de maior investimento em tecnologia na Europa, com mais de US$ 5 bilhões investidos, disse a Atomico.

“Não vai aumentar muito, mas por um longo período neste ano parecia que veríamos uma redução”, disse Tom Wehmeier, sócio da Atomico e coautor do relatório. “Mesmo pouco acima do número do ano passado, representa uma grande conquista para o ecossistema.”

Ainda assim, empreendedores que buscaram levantar entre US$ 20 milhões e US$ 50 milhões enfrentaram desafios neste ano em muitos setores, pois a pandemia dificultou demonstrar o potencial de crescimento.

“Quando parece que o seu ano pode ser estável ou mesmo mostrar queda, é uma história muito mais difícil de contar aos investidores”, disse Wehmeier.

Os Estados Unidos ainda superam a Europa em investimentos em tecnologia, atraindo cerca de cinco vezes mais capital em 2020, disse a Atomico. Mas investidores dos EUA e da Ásia mantiveram o apetite para investir na Europa neste ano. Um recorde de 19% das rodadas de financiamento na Europa durante 2020 incluiu a participação de pelo menos um investidor dos EUA, contra 16% em 2019, de acordo com o relatório.

A Atomico também destacou os desafios contínuos em diversidade na indústria de tecnologia da Europa. O relatório concluiu que existem poucos dados sobre etnicidade no nível europeu, e os números disponíveis são “sombrios”. Entre 2009 e 2019, apenas 0,24% do capital no Reino Unido foi destinado a fundadores negros, de acordo com o relatório.

Já o avanço em gênero estagnou: 90,8% de todo o capital foi destinado a equipes exclusivamente de homens neste ano, em comparação com 90,3% no ano passado, disse a Atomico.

Fonte: https://www.moneytimes.com.br/

08/12/2020

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
NENHUM COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO