Resultado trimestral da Femsa dispara com venda de fatia na Heineken

A Femsa, maior engarrafadora da Coca-Cola na América Latina, informou na noite de ontem (26) um lucro líquido de 33,72 bilhões de pesos mexicanos (US$ 1,18 bilhão) no terceiro trimestre. O resultado ficou 325% acima do lucro de 7,93 bilhões de pesos mexicanos registrados no mesmo trimestre do ano anterior e foi associado principalmente a ganhos não-recorrentes com a venda de 5,24% de participação na Heineken Group, operação concluída em setembro.

A venda rendeu à Femsa 2,5 bilhões de euros (US$ 2,94 bilhões). Com a operação, a companhia reduziu sua fatia na operação total do grupo Heineken de 20% para 14,76%. A companhia acrescentou que o aumento no lucro também refletiu um ganho em outras receitas financeiras liderado pela Coca-Cola Femsa, e ganhos com câmbio, devido a uma posição de caixa substancialmente maior em dólares americanos, relacionada à venda da participação na Heineken.

No terceiro trimestre, a receita líquida da Femsa avançou 14,3%, para 114,65 bilhões de pesos mexicanos (US$ 6,00 bilhões). Em volume, as vendas da companhia cresceram 16,5%. O lucro operacional cresceu 0,9%, para 9,39 bilhões de pesos mexicanos (US$ 491,4 milhões).

A Femsa informou ter registrado crescimento em receita em todos os países. E ponderou em relatório que os furacões e o terremoto que atingiram o México em setembro tiveram um impacto moderado nos números da companhia.

Vonpar

No Brasil, a Femsa registrou receita de 13,19 bilhões de pesos mexicanos, com alta de 23,6% sobre o terceiro trimestre de 2016, ganho relacionado principalmente à aquisição da Vonpar no ano passado.

Em volume, as vendas no Brasil aumentaram 23,8%, para 181,9 milhões de caixas. O maior avanço foi em refrigerantes, com crescimento de 24,3%.

Fonte: Valor

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
NENHUM COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO