O Diabo e o M&A

Há um provérbio alemão que diz que “o diabo mora nos detalhes”. Acredito que esta frase se encaixa como uma luva no mercado de fusões e aquisições de empresas. Pequenos ou grandes erros. Não importa. Alguns serão fatais para o negócio, colocando todo projeto a perder.

No livro “O Poder do Encantamento”, sobre a trajetória de José Galló, mandachuva das Lojas Renner, há uma passagem bem interessante, onde o “diabo” resolveu dar o ar da graça. A época em que o executivo estava à frente da varejista gaúcha Imcosul, a empresa passou a observar outra companhia, a Prosdócimo, com intuito de adquiri-la. O alvo possuía em torno de 30 lojas, era bem estruturado e altamente complementar a operação da Imcosul. As conversas evoluíram e a negociação estava adiantada, sendo que a diferença de valores era mínima.

O que ocorreu nas palavras de Galló: “Então, quando os controladores sentaram à mesa de negociações para o acerto final, uma fala mal colocada pôs tudo a perder. Quando o gestor da Prosdócimo, argumentando sobre a diferença de valores, referiu que estava em jogo também a marca da sua empresa, o negociador do grupo Maisonnave deixou escapar que a marca não tinha nenhum valor – acontece que esta marca era o sobrenome da família…A negociação foi encerrada no ato, e três semanas depois a família Prosdócimo vendeu a empresa para a Lojas Arapuã, então grande player do varejo brasileiro. Soubemos que, em seis meses, a Arapuã recuperou o investimento…”

Operações de M&A, portanto, não exigem apenas preparo técnico, mas sensibilidade, perspicácia, leitura do ambiente e tantas outras habilidades. Alguns dizem que em processos de M&A, dependendo da sua complexidade, um punhado de sorte sempre é bem-vinda ou, pelo menos, torcer para não encontrar o “diabo” pelo caminho. É bom lembrar, no entanto, que uma versão mais antiga do provérbio que abriu este pequeno texto, diz que o “bom Deus está nos detalhes”, atribuída ao escritor francês Gustave Flaubert. Na dúvida, recomendo, em uma negociação de fusões e aquisições, conhecer pelo menos com profundidade, o seu oponente ou alvo.

Fabricio Scalzilli

Sócio da Nello Investimentos

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
POST TAGS:
NENHUM COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO