Fusões e aquisições crescem 120%

Os anúncios de fusões e aquisições no primeiro trimestre do ano, envolvendo aquisições de controle, vendas de participação minoritária e incorporações, atingiram R$ 52,3 bilhões de reais – um crescimento de 120% em comparação ao volume verificado no mesmo período de 2017, de acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima). O montante foi o maior em um primeiro trimestre desde 2012. A aquisição pela Suzano Papel e Celulose da Fibria movimentou R$ 47,7 bilhões. Foram ainda 16 operações no período, número inferior as 40 negociações que ocorreram no primeiro trimestre de 2017. Segundo a Anbima, a distribuição por setores ficou mais equilibrada: 25% delas foram no segmento da indústria e comércio; 18,8% em alimentos e bebidas e 12,5% no setor de assistência médica. A maior parte das operações (75%) movimentou valores inferiores a R$ 499 milhões.

Editorial Nello Investimentos

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
NENHUM COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO