Fundos não Param de Captar Novos Recursos

A captação é recorde. Os fundos de investimento tiveram captação liquida que ultrapassou R$ 220 bilhões de reais em 2017, até o mês de setembro. De acordo com dados fornecidos pela Anbima – Associação Brasileira das Entidades do Mercado de Capitais, de julho/17 a setembro/17 a captação superou R$ 90 bilhões.

Os fundos de renda fixa continuam liderando o interesse do investidor, seguidos pelos fundos multimercados. Os fundos de previdência ficaram estáveis, sendo que os fundos de ações tiveram o pior desempenho com entrada de apenas R$ 4,6 BI.

Em contraponto foram exatamente os fundos de ações que tiveram a maior rentabilidade, com ênfase aos small caps, que reúnem ações de empresas com baixa rotatividade e capitalização na bolsa. Fabrício Scalzilli sócio da Nello Investimentos, empresa de investimento e fusões e aquisições, ressalta ainda o interesse dos fundos de private equiy em empresas de médio porte, com boa gestão e capacidade de crescimento.

Com a grande liquidez do atual sistema financeiro e a baixa dos juros, o investidor terá de se arriscar mais. Teses de investimento envolvendo empresas de diversos setores estão na mesa dos Fundos de Investimento e Family-offices, que buscam ganhos de sinergia e rentabilidades maiores que a renda fixa.

Fabrício Scalzilli

Sócio Nello Investimentos

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
NENHUM COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO