Fundos em compasso de espera

Relatório da Bain & Company aponta que a indústria de private equity, que aporta recursos em empresas, objetivando acelerar o seu crescimento e realizar bons ganhos futuros, está em compasso de espera para agir com mais intensidade no Brasil. Incertezas políticas, recessão prolongada e a desvalorização do Real frente ao Dólar contribuíram para esse cenário. Conforme o relatório, o desempenho líquido médio acumulado dos private equity na região da América Latina e Caribe, em cinco anos, está negativo, com declínio de 2%. No mesmo período, esta indústria nos EUA e na Europa apontam ganhos de 15% e 16%, respectivamente. O cenário nebuloso do Brasil quanto a  implementação das reformas necessárias e o cenário eleitoral incerto não trazem mudanças significativas na posição dos fundo – pelo menos não a curto prazo. Fabricio Scalzilli, executivo da Nello Investimentos, ressalta que há mercados pontuais que se apresentam bem aquecidos, como saúde e educação, mas é provável que o Brasil não aproveite ainda neste ano esse cenário de grande liquidez de recursos que poderiam fomentar ainda mais a economia real.

Editorial Nello Investimentos

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
NENHUM COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO