BTG Pactual assumirá revista e site da ‘Exame’

A revista “Exame”, especializada em negócios, finanças e economia, deixará de ser um título da editora Abril e passará a ser controlada diretamente pelo banco BTG Pactual. A transferência da publicação faz parte do acordo firmado entre Fabio Carvalho, que comprou o controle da editora, e o banqueiro André Esteves, que financiou a aquisição. Carvalho manterá sob seu controle a semanal “Veja”, além de outros títulos.

Mais do que a própria revista, de circulação quinzenal, o site da “Exame” atrai o banco diante da perspectiva de integração com sua plataforma de produtos de investimentos para o varejo de alta renda, o BTG Pactual Digital. A transferência da publicação para o banco se dará tão logo todos os trâmites para aquisição da Abril por Carvalho estejam concluídos. Segundo uma pessoa familiarizada com o assunto, durante o prazo de um ano banco não deve promover grandes mudanças na estrutura editorial, mas existe a expectativa de indicação de um “publisher” para tomar conta do novo negócio.

Fabio Carvalho comprou as ações da Abril que pertenciam à família Civita em dezembro, pelo valor simbólico de R$ 100 mil. Como parte do acerto, assumiu a responsabilidade pela dívida de R$ 1,6 bilhão. Na sequência, o advogado passou a negociar a compra de R$ 1,1 bilhão em dívidas bancárias da Abril que estavam nas mãos de Bradesco, Itaú e Santander. Em fevereiro, a compra foi concretizada pela Enforce, empresa de créditos podres do BTG Pactual, com desconto de 92% sobre o valor de face, para pagamento à vista. Os bancos ainda terão direito a receber a maior parte dos recursos da venda do edifício da Abril em São Paulo, com chances de elevar a 20% o percentual de recuperação da dívida. Com isso, Carvalho passou a contar com a maioria dos votos na assembleia de credores da Abril que votará o plano de recuperação judicial.

O BTG apoiou Carvalho duplamente. Além de comprar as dívidas, o banco também concordou em financiar a injeção de R$ 70 milhões para que a editora possa rodar.

Desde que a intenção de Carvalho em comprar a Abril em parceria com o BTG Pactual veio à tona, já se sabia que o banco tinha um interesse editorial no negócio. Uma fonte ligada ao banco explicou, em dezembro, que o BTG estava de olho na possibilidade de geração de tráfego – e clientes – para o seu banco digital a partir do site da “Exame”. A estratégia, conhecida como geração de leads, é amplamente utilizada pela XP Investimentos com o seu site de conteúdo financeiro “Infomoney”.

Recentemente, o BTG já havia firmado um acordo de patrocínio do site da “Exame”, derrotando a própria XP, que também tinha interesse nesse contrato. O que não se sabia é que o banco assumiria a publicação. Segundo uma pessoa com conhecimento do assunto, uma das cláusulas do acordo entre Carvalho e o BTG prevê que a “Exame” seja dada como parte do pagamento ao banco.

Fonte: Valor Econômico

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
NENHUM COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO