Broadcom negocia compra da Symantec

A fabricante de chips Broadcom está em negociações avançadas para a aquisição da empresa de segurança cibernética Symantec, segundo pessoas com conhecimento do assunto, de olho em uma maior expansão no rentável mercado de software.

A Broadcom pode fechar um acordo para comprar a empresa com sede em Mountain View, Califórnia, dentro de algumas semanas, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas. Nenhum acordo foi finalizado e as negociações podem não avançar, acrescentaram. Um representante da Symantec não quis comentar. Um representante da Broadcom não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O acordo marcaria a segunda grande aposta da Broadcom no mercado de software, após a aquisição da CA Technologies por US 18 bilhões no ano passado. O negócio levou alguns investidores a questionar a estratégia de expansão, talvez muito ampla, do presidente da Broadcom, Hock Tan, depois do papel-chave do executivo na consolidação do setor de chips, que movimenta US 470 bilhões.

O lance pela Symantec acontece depois da Broadcom, com sede em San Jose, na Califórnia, ter desistido de uma oferta hostil pela rival Qualcomm quando o presidente dos EUA, Donald Trump, bloqueou a transação citando riscos à segurança nacional.

Para alguns analistas, a possível compra da Symantec seria positiva para a Broadcom.”A Symantec se encaixaria perfeitamente no portfólio da Broadcom”, escreveu Harsh Kumar, analista da Piper Jaffray, em nota aos investidores. Para ele, o negócio é semelhante à aquisição da CA Technologies, “que acabou sendo extremamente bem-sucedida sob o guardachuva da Broadcom”.

A Symantec é a maior fabricante mundial de software de segurança cibernética, com a oferta de produtos e serviços para mais de 350 mil empresas e 50 milhões de pessoas, segundo seu relatório anual.

Fonte: Valor Econômico

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
NENHUM COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO